Welcome Chair

03/11/2008

Welcome Chair projetada pelo Designer Abhijeet Kumar.

welcome chair trás

Welcome Chair

Perspectiva e Frontal

Vista Frontal

Perspectiva

Perspectiva

Advertisements

City Lounge é o nome do projeto (vamos lá: urbanista, gráfico, conceito, de interiores) que teve como objetivo a criação de uma LivingRoom pública em St. Gallen na Suíça.

No projeto de Carlos Martinez a rua inteira foi coberta com um carpete vermelho, criando lugares para relaxar, sentar, conversar e até mesmo estacionar.

Projeto incrível que acrescenta vida\e social a cidade.

*dica do JP!

Interior da loja da Nomad no Canadá, é um boutique de rua adepta ao “premium urban fashion” vedendo marcas como: Comme des Garcons, Surface 2 Air, Nom de Guerre, entre outras…

Quando você se depara com uma empresa com um nome como “O Asilo”, de uma forma ou de outra você com certeza espera ser surpreendido. Bem, desta vez a surpresa veio de uma forma positiva! O time de designers da “The Asylum” projetou a primeira loja da Times livraria na Indonésia. O local tem 1300 m² e mais de 100.000 livros nas prateleiras. Eu, pessoalmente aconselho a aprender mais lendo a lista dos “10 motivos pelos quais a Times – Indonésia deve ser emblemática e mais do que apenas uma livraria” que se segue…

1. Porque é desenhado pela “The Asylum” com o apoio da Distillery’s. É um manicômio de tipos criativos.

2. De longe, os dois andares com uma fachada cheia de vidro parecem com uma caixa de luz incandescente.

3. Situado no Karawachi Village, um lugar único para o desenvolvimento urbano, em um espaço de 1300 m² que gira em torno do conceito de “Um Jardim do Descobrimento”.

4. 100.000 livros podem ser encontrados nas prateleiras dispostas em um padrão onde amantes de livros podem se perder (figurativamente!).

5. O centro de atração é de primeiro mundo, um jardim de inverno. Este é o local para quem pode, quer ou tem: 1) olhar intelectual 2) Oito dólares para pagar em uma revista 3) conhecer garotas / rapazes ou 4) realmente apenas relaxar e ler.

6. O confortável Astro Turf (uma espécie de campo grama sintética) faz você se sentir como se estivesse no Central Park, só que sem a humidade.

7. Dentro do gramado verde estão duas estruturas “árvores”, feitas de cana. Rastejar dentro dele é aconchegante (por cima das almofadas).

8. Lançamentos são colocados em curva, nas vagas pelas prateleiras para aliciar amantes dos livros.

9. Uma gigantesca parede com murais feitos com corte a laser com nomes de autores famosos.

10. O segundo piso abriga um café. Equipado com sofás e candeeiros personalizados.

“É raro encontrar uma livraria que tem uma personalidade fora do pacote de biscoito e nós nos propusemos a levantar a barra” diz Chris Lee, fundador da “The Asylum”.

Armani Ginza Tower

13/10/2008

Localização: Tokyo, Japão

É difícil cristalizar a imagem de alguém, especialmente uma pessoa tão conhecida como Giorgio Armani, uma das figuras mais famosas do mundo.

No caso da Armani / Ginza Tower, foi considerado essencial para o projeto não só a criatividade como designer, mas a sua aura especial, recriando o ambiente do ateliê do gênio criativo italiano, assim como o seu código estético e sua imagem pessoal.

Como traduzir essas qualidades em arquitetura? Como conjugar o conceito de luxo com mobiliários, o conceito absoluto da modernidade com um estilo duradouro… O estilo Armani?
Pela primeira vez, a totalidade da sua produção, ou seja, toda a sua família de marcas é exibida dentro do mesmo edifício. Tóquio, uma cidade viva com movimento contínuo. O irresistível apelo das grandes cidades orientais capital consiste em a rapidez e na velocidade de suas transformações infinitas. Estas são cidades que vibram como os organismos vivos, continuamente modificados para se adaptarem às necessidades de seus novos habitantes. Eles representam o pólo oposto das cidades européias: escuras, secretas e sufocadas pela história.

Como traduzir o conceito da sua coleção de roupas, a delicadeza do artesanato e dos seus bordados, a sensualidade da interação entre o corpo e o tecido?

Sua visão e investigação em matérias implacável, juntamente com o uso de delicada, translúcida e cores radiantes são fatores que levaram a esta questão.

Explorar uma série de idéias com novas texturas, modelagens, esculturas, desmaterializações dos espaços usando luz, a evanescência de uma sensação íntima que é, no entanto, nascido a partir do exterior.
A imagem sofisticada da marca Giorgio Armani rico em translucidez e intimidade são justapostos com os imediatos e a modernidade dos espaços dedicados a Emporio, identificado por uma enorme área repleta de luzes brancas que através do corte reflete no interior do próprio estabelecimento.

Mas o aspecto mais importante que incorporaram ao longo do percurso interno entre as zonas é o elemento surpresa.